Verificações

Peter Dal Molin, Advogado
Peter Dal Molin
OAB 8.698/MT VERIFICADO
O Jusbrasil confirmou que esta OAB é autêntica

Correspondência Jurídica

Serviços prestados
Buscas e apreensões
Peças
Recursos
Despachos
Andamentos
Exame de processos

Comentários

(18)
Peter Dal Molin, Advogado
Peter Dal Molin
Comentário · há 3 meses
Elaine Souza! Quando ajuizei a ação, o fiz por meio da regra jus postulandi dos juizados especiais, visto que era impedido de advogar! O pedido foi instruído com uma declaração emitida mundialmente pela HP reconhecendo problemas no chipset da placa mãe de seus computadores. A empresa que me vendeu o produto também reconheceu que se tratava de falha de projeto, e apenas esquivou-se da questão alegando que a fabricante deveria arcar com o prejuízo, porque de sua parte a garantia da loja teria expirado (o próprio colega que produziu a defesa ignorou a contagem do prazo de 90 (noventa) dias a partir da descoberta do defeito). Instruí a ação com provas documentais de que o defeito foi constatado e reclamado em prazo muito inferior a esse. A sentença terminativa não foi proferida por minha inaptidão, mas porque esse era o padrão adotado pelo magistrado, ou seja, de que casos com alegação de vício oculto deveriam passar por perícia. O equívoco da sentença foi ignorar o fato de que o defeito foi reconhecido pelos réus, o que dispensaria perícia. Logo, a sentença poderia ser facilmente anulada em sede recursal. Porém, como já mencionei, naquela época, atuava como assessor jurídico em uma Vara Judicial, e para recorrer precisaria contratar um colega para propor o recurso perante a Turma Recursal. Como fiquei muito desgostoso e desapontado com a sentença, pela qual o juiz "livrou-se" do processo proferindo sentença "modelo", e em razão dos aborrecimentos que já tinha passado, decidi não recorrer.

Recomendações

(26)
Fernando Antonio Moreira Pinto, Advogado
Fernando Antonio Moreira Pinto
Comentário · há 2 meses
O comentário da Dra Alice Aquino, traduz em linha e meia o que eu gastaria 20 laudas para explicar.
Me formei aos 43 anos após uma graduação ja com família constituída.
Abri mão de um escritorio em sociedade em frente a Justiça do Trabalho e por comodidade e melhor qualidade de vida abri um no andar de baixo da minha casa.
Minha renda anual cresce em média 30%.
E não ha segredo. Você que está em inicio de carreira não escolha um segmento único de trabalho. Pegue tudo, absolutamente tudo que aparecer no seu escritorio. Isso te dará um conhecimento amplo das áreas do Direito e diferentemente da formação acadêmica uma condição melhor de se espcializar em alguma delas, somente após sua estabilidade financeira.
Não creia em cartilhas e em receitas de bolo, creia em você! Se estas cartilhas dessem realmente certo, estes que a ministram estariam com seus escritórios lotados e não teriam tempo de elaborar fórmulas, pois estariam absorvidos pelas demandas dos próprios escritórios.
Vou ao supermercado e por la ficam dezenas de cartões, idem na padaria, na oficna, no médico, no borrracheiro, na pizzaria... Assim, as coisas caminham. Seja justo e honesto com seus clientes e eles serão sua melhor mídia. Não aceitem as propostas insanas de bancas que oferecem pouco mais de mil reais de trabalho para você, pois um único testamento com pouco mais de hora de trabalho te renderão mais que isso.
O segredo, como disse nossa colega é trabalhar, mas sobretudo ter muita disciplina e acreditar na sua capacidade pessoal.

Perfis que segue

(76)
Carregando

Seguidores

Carregando

Tópicos de interesse

(87)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Sorriso (MT)

Carregando

Peter Dal Molin

Av. Tancredo Neves, 320, 1º piso - Sorriso (MT) - 78890-000

Entrar em contato